fbpx

Quais são e como eliminar os desperdícios Lean?

O grande objetivo do Lean Manufacturing é trazer diferencial competitivo e resultado financeiro para a empresa, através de processos mais robustos e sem desperdícios.

Você conhece os desperdícios Lean e sabe como enxergá-los e eliminá-los?

Leia nosso artigo sobre o tema e seja um verdadeiro “caçador” de desperdícios na sua empresa.

O que é o Lean Manufacturing?

A filosofia Lean é uma metodologia de gestão que busca reduzir custos, tempos de produção (lead-time) e os desperdícios dos processos. A busca é constante pela melhoria contínua baseada nas necessidades dos clientes, sempre em busca da agregação de valor.

Ela tem uma abordagem ampla que busca a melhoria dos fluxos de valor de maneira completa, não em pontos isolados. Isso traz resultados e diferencial competitivo para toda a empresa.

No cenário pós-segunda guerra mundial, o Japão se encontrava devastado, e o próprio mercado japonês exigia uma abordagem diferente daquela utilizada no ocidente com Henry Ford e seu sistema de produção em massa.

Sendo assim, a Toyota buscou criar um sistema de gestão que melhor atendesse às características do mercado japonês e que fosse uma evolução do sistema de produção em massa. Assim, surge o sistema Toyota de Produção, ou Lean para nós do ocidente.

Desperdícios 1

O que é um desperdício?

Um desperdício é quando alocamos recursos (financeiros, mão de obra, matéria-prima, etc.) em alguma atividade que não agrega valor para o cliente, seja ele interno (um próximo processo dentro de uma cadeia de valor) ou externo (o cliente final por exemplo).

Para se ter processos robustos e que foquem naquilo que de fato deve ser feito, precisamos eliminar os desperdícios. Para isso, é necessário reduzir custos, não conformidades e lead time de entrega, assim, seremos mais competitivos em nosso setor de atuação.

Desperdícios 2

Entendendo o conceito de agregação de valor:

Primeiramente, precisamos ter consciência de que nosso foco deve ser sempre o cliente, seja ele interno ou externo.

Podemos dividir, então, em 3 tipos os processos dentro de nossas empresas:

1. Agrega valor

Sempre pergunte: “O cliente pagaria por isso? Devemos focar em criar processos que criam valor para o cliente.

2. Não agrega valor, mas é necessário

Nesse caso, algumas etapas podem ser necessárias, como por exemplo um cadastro exigido pela legislação. O cliente não paga por isso e para ele não importa se essa etapa não existir, segundo sua perspectiva de valor, mas é necessária sua realização por motivos de lei.

3. Não agrega valor e é desnecessário

Aqui, temos o maior desperdício, pois focamos em algo que o cliente não está disposto a pagar, gerando custos desnecessários para a empresa.

Nem sempre os desperdícios podem ser eliminados. Neste caso, precisamos diminuí-los ao máximo. Como podemos imaginar, não é tão fácil encontrar os desperdícios no dia a dia, pois, geralmente, estamos lotados de serviço e atividades.

É importante, no entanto, desenvolver a capacidade de enxergar esses desperdícios e conhecer técnicas e ferramentas para encontrar e eliminar esses problemas.

Quais são os desperdícios que o Lean busca eliminar?

Originalmente, são 7 os desperdícios que o Lean busca eliminar. Atualmente, um oitavo desperdício tem sido bastante comentado e trabalhado nas organizações, o desperdício intelectual.

Vamos conhecer cada um deles?

Desperdícios 3

1. Transporte

Transporte de produtos, máquinas, matéria-prima, dentre outros podem ser um grande desperdício para as empresas.  Nesse caso, é preciso pensar em uma forma estratégica e inteligente de transporte, que otimize os recursos.

2. Estoque

Estoque é dinheiro parado. Claro que os estoques são importantes aliados na hora de suprir uma demanda repentina dos clientes, podendo salvar a pele da empresa.

No entanto, grandes estoques fazem com que a empresa tenha muito capital investido em matéria-prima ou produtos acabados, sem que esses tenham previsão de ser utilizados ou vendidos. Em excesso, os grandes estoques não maléficos.

Além disso, os grandes estoques também acabam encobrindo a ineficiência da operação. Mas como assim?

Imagine que sua empresa tem um grande estoque de determinado produto. Se sua operação se atrasar ou produzir produtos com defeito em um determinado dia, isso não irá afetar o atendimento aos clientes, pois o estoque irá cobrir essas falhas. Isso, por um lado, pode ser positivo, porém deixa sua operação em uma zona de conforto.

Quando os estoques são menores, qualquer falha na produção é percebida e força os responsáveis a melhorar os processos. Esse é o segredo, um equilíbrio que não deixe o cliente na mão, mas exige melhoria contínua de seus processos.

Desperdícios 4

3. Espera

Devemos eliminar qualquer tipo de ociosidade das empresas. Esperar por matéria-prima, funcionários ou pela finalização do Setup de uma máquina não agrega valor e gera muita perda para as empresas. Em serviços, a espera por atendimento traz insatisfação para o cliente, que não quer aguardar muito tempo para ser atendido.

Desperdícios 5

4. Superprodução

Sempre que produzimos mais do que nossos clientes querem, ou com velocidade maior do que nos é pedido, estamos aumentando o desperdício da superprodução.

Devemos ter uma produção o mais próximo possível daquilo que realmente o cliente quer. Esse desperdício, como podemos ver, está muito relacionado com o de estoque.

Desperdícios 6

5. Defeitos

Talvez seja o desperdício mais claro dentre todos, pois claramente um produto fora das especificações gera retrabalho, sucata, custos de mão de obra e matéria-prima, e até insatisfação dos clientes. Ou seja, quando esse defeito chega em suas mãos e é perceptível.

6. Excesso de processamento

Esse desperdício está relacionado ao fato de criamos etapas em um processo que não agregam valor, que criam algo que o nosso cliente não está disposto a pagar. Por isso, entender a necessidade do cliente é fundamental, pois assim conseguimos focar exatamente naquilo que ele precisa.

7. Movimentação

Imagine alguém em uma empresa que precisa se deslocar a todo momento em busca de uma ferramenta, um documento ou uma informação. Se somarmos ao final de um dia de trabalho, essa pessoa pode ter percorrido quilômetros e, consequentemente, não ter agregado valor nesse período. Diminuir essas distâncias de movimentação, criando layouts inteligentes, nos ajuda em muito a eliminar esse tipo de desperdício.

Desperdícios 7

8. Desperdício intelectual

Como maior bem das empresas e grandes responsáveis pelas iniciativas de melhoria contínua dentro das empresas, as pessoas têm papel central nesse desperdício. Desperdiçar seu conhecimento e experiência é uma grande “furada”, pois as pessoas têm muito a agregar nas discussões e projetos de melhoria. Ouça o que as pessoas têm a falar e envolva os colaboradores nos projetos.

Além de trazer resultados, isso aumenta o engajamento e a motivação da equipe, pois todos se sentem, de fato, parte da empresa.

Desperdícios 8

Como enxergar os desperdícios?

Existem algumas ferramentas e técnicas que nos ajudam a identificar os desperdícios nas empresas:

  • Mapeamento de fluxo de valor (VSM);
  • Identificação de tempos de processo;
  • Análise de fluxo de processos;
  • Makigami Wall;
  • Gráfico de Yamazumi;
  • Dentre outros.

Depois de identificar, como eliminar os desperdícios?

Após identificar os desperdícios, chegou a hora de eliminá-los. Para isso, algumas ferramentas e conceitos são muito importantes nesse processo dentro da filosofia Lean.

  • Setup rápido (ou SMED);
  • JIT (Just in Time);
  • Operador Polivalente;
  • Gestão à vista;
  • Kanban;
  • 5S;
  • Heijunka;
  • POP;
  • Dentre outras.

Dica de ouro

Lembre-se de estar sempre atento aos processos em busca de desperdícios. Questione os processos e se eles de fato precisam ser do jeito que estão sendo executados. Pare alguns instantes por dia para tomar um café, vá até o GEMBA (onde as coisas acontecem) e veja como os processos são conduzidos. Procure por oportunidades!

E treine as pessoas! Quanto mais olhos preparados, mais chances se eliminar os desperdícios de sua organização.

Quer saber mais sobre o Lean?

Matricule-se agora mesmo em nosso curso de FUNDAMENTOS LEAN, totalmente GRATUITO e com CERTIFICADO clicando aqui e dê o primeiro passo para se tornar um especialista no Lean.

Sugestão de Curso Gratuito

Fundamentos Lean
Carga horária: 4h | Com certificado

No curso “Fundamentos Lean” buscamos entender a origem e aplicabilidade do pensamento Lean de maneira prática e direta ao ponto.

Gostou desse post? Compartilhe nas suas redes sociais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Conheça a professora

Fernanda Piacesi Barbosa

Fernanda Piacesi Barbosa

Vegetariana, doadora de sangue e uma super nerd. Fernanda é formada em Relações Públicas pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) com pós-graduação em Educação pela PUCRS e Green Belt realizado na Whirlpool Corp. Possui também certificação em Neurociência para resultados organizacionais. Apaixonada por pessoas, é líder de equipes a 10 anos em empresas como Whirlpool, Dr. Consulta e Nubank. Atua hoje como Coordenadora de Customer Experience no Nubank, em que é responsável por gerir a experiência dos clientes em 7 parceiros, somando cerca de 1700 funcionários envolvidos na área.

Acredita que a educação e o conhecimento são meios de mudar o mundo e, por este motivo, atua como educadora e mentora para pessoas com interesse em se desenvolver tanto como liderança quanto na área de CX.

Conheça o professor

Denise Bocalon

DENISE BOCALON

Engenheira Química, especialista em melhoria de processos e sistemas de gestão.Mais de 16 anos de experiência em empresas de grande porte do segmento automotivo e petróleo e gás, atuando nas áreas de Melhoria Contínua, Produção enxuta (WCM e Lean), Gestão de Qualidade e Meio Ambiente.Experiência de 12 anos na implantação, manutenção e auditoria do sistema de produção WCM, em plantas do Brasil, Estados Unidos e Europa.

Conheça o professor

Ivan Chagas

Ivan Chagas é designer instrucional, organizador de eventos e professor em cursos presenciais e virtuais. Com mais de 5.500 alunos em mais de 80 países, dá aulas nas temáticas de organização de eventos, liderança, atendimento ao cliente e inteligência emocional. Trabalha também como terceirizado, criando cursos onlines e presenciais e materiais educacionais para empresas e pessoas físicas.

Conheça a professora

Ludimila Coelho

Ludimila Coelho

É graduada em administração pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e pós graduada em Estratégia e Gestão Empresarial também pela UFG. Possui experiência de mais de 10 anos em indústria atuando em diferentes áreas da cadeia de suprimentos mas sempre em interface com a área de Melhoria Contínua. A partir de 2013 assumiu a liderança da área de metodologia passando por grandes multinacionais: UNILEVER E HEINEKEN. Atualmente conduz um desafio de consolidar Gestão por Processos e Melhoria Contínua no ramo do varejo, exercita o que de fato aprendeu em sua carreira: Melhoria Contínua é aplicável a qualquer ramo de mercado que tenha como visão atingir resultados consistentes por meio da correta utilização do método e engajamento de pessoas.

Conheça a professora

Renata Alves

Renata Alves

Renata é Engenheira Química graduada pela UFRJ e com MBA em Business Process pela FGV.Possui mais de 10 de anos de experiência profissional com uma carreira desenvolvida sobretudo no Gerenciamento de Processos, Qualidade e Melhoria Contínua.Nessas frentes, atuou e liderou equipes em empresas de grande porte como AMBEV e HEINEKEN, onde desde 2017 passou a se dedicar exclusivamente a estratégia e melhoria contínua.Acredita que através de uma abordagem mais prática e dinâmica, é possível engajar as pessoas na resolução e prevenção de problemas, padronizando processos, facilitando o dia a dia e, consequentemente, alavancando resultados.

Conheça a professora

Isabela Bellintani

ISABELA BELLINTANI

A professora Isabela Bellintani tem construído carreira implementando a cultura Lean, do zero, em indústrias multinacionais. Ela tem MBA em Lean Manufacturing e Gestão de negócios e é formada em Engenharia Mecânica pela UFBA. Além disso, ela já viajou para vários países, tendo contato com diversas culturas e tudo isso complementa suas práticas. Sua experiência internacional e seus conhecimentos enriquecem a sua maneira de ensinar e simplificar a compreensão da filosofia e da cultura Lean. Por fim, com sua paixão pela filosofia Lean almeja alcançar ótimos resultados, diminuir os custos e aumentar a produtividade na solução dos problemas de uma equipe ou empresa. Uma ótima profissional que, agora, faz também faz parte da equipe de professores da Valore Academy.

Conheça o professor

Professor Rodrigo Roseti

Rodrigo Roseti

Gestor de processos e riscos empresariais, atuou com consultoria a empresas de médio e grande porte nos setores financeiros, energético e logístico. É pós-graduado em gestão esportiva.

Possui graduação em Administração, tem formação black belt, Scrum master e especializações em Kaizen, 5S, gestão de projetos, Design Thinking, balanced ScoreCard e liderança.

Com mais de 10 anos de experiência em gestão de riscos e processos organizacionais, estuda e visa aplicar a prática de gestão de processos não só na vertente de eficiência operacional, com busca por melhorias contínuas, mas também na vertente estratégica, aplicando conceitos de cultura organizacional e ajudando na disseminação de metas a toda hierarquia organizacional.

Conheça o professor

professora Fabiana Herculano

Fabiana Herculano

É uma profissional apaixonada por conexões humanas e pela co-criação de processos de transformação. Comunicóloga, pós-graduada em Marketing é especialista em Design Thinking e Facilitadora de processos criativos. Atuou por mais de 10 anos nas áreas de marketing e trade marketing de multinacionais de bens de consumo e hoje se dedica a projetos que visem conectar pessoas e facilitar jornadas e processos de transformação.

Conheça a professora

Professora Daniella Lopes

Daniella Lopes

Publicitária, pós graduada em Administração de Empresas e Comunicação Corporativa, e MBA em Gestão Empresarial.É uma profissional com 20 anos de experiência em Comunicação Corporativa, Marketing e Responsabilidade Social de empresas multinacionais de grande porte, atuando no escopo da América Latina.Ao longo de sua trajetória, foi responsável pela gestão dos processos de Comunicação Interna, Comunicação Externa e de Marca e Reputação para América Latina; pela implementação de procedimentos para gestão de crises de imagem e do investimento social das empresas. Coordenou projetos de forte impacto positivo para o desenvolvimento de comunidades lotadas nas áreas de atuação das empresas.

Conheça a professora

Professora Alessandra Gomiero

Alessandra Gomiero

É Psicóloga, consultora e facilitadora em projetos de inovação. Graduada na Universidade Ibirapuera e com MBA em Coaching e liderança empresarial na Anhembi Morumbi, construiu sua carreira sua carreira profissional na área de Recursos Humanos e seus subsistemas. Atuando e liderando equipes em empresas de grande porte como Makro, Dia Brasil, ADP, AfferoLab e PwC.  Em 2016 mudou o curso de sua carreira para se especializar em projetos de inovação e facilitação de aprendizagem de adultos, se especializando no mindset do design (design thinking) pela Echos – laboratório de inovação. Acredita que através da diversidade, processos colaborativos e pensamento sistêmico é possível entender os reais problemas e alavancar resultados efetivos.

Conheça o professor

MARCOS RIEPER

MARCOS RIEPER

Marcos Rieper é consultor e professor desde 2010. Ele é formado em Sistemas de Informação e Administração e possui pós-graduação nas áreas de Tecnologia e Contábeis e autor do site Guia do Excel que conta com centenas de artigos em sua página e palestras em eventos de renome nacional sobre Excel. Marcos é apaixonado por Excel e pela Didática. Ele espera compartilhar seus conhecimentos com conteúdos didáticos e eficazes com todos os alunos para desenvolver suas habilidades com o Excel.

Conheça a professora

Fernanda Piacesi Barbosa

FERNANDA PIACESI BARBOSA

Vegetariana, doadora de sangue e uma super nerd. Fernanda é formada em Relações Públicas pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) com pós-graduação em Educação pela PUCRS e Green Belt realizado na Whirlpool Corp. Possui também certificação em Neurociência para resultados organizacionais e Neurocoaching. Apaixonada por pessoas, é líder de equipes há 10 anos em empresas como 99, Nubank, Dr Consulta e Whirlpool. Atua hoje como Gerente Sênior de Customer Experience na 99 | DiDi, uma das 3 startups mais valiosas do mundo, em que gerencia os times de Qualidade e a Operação de Pagamentos da 99.Acredita que a educação e o conhecimento são meios de mudar o mundo e, por este motivo, atua como educadora e mentora para pessoas com interesse em se desenvolver tanto como liderança quanto na área de CX.

Conheça a professora

Professora Marilia Veiga

Marília Veiga

É fundadora e Consultora da Puzzle Design. Apaixonada por novas tendências e pela evolução constante da tecnologia, Marilia Veiga é formada em Publicidade e Propaganda pela Belas Artes de São Paulo e Pós Graduada em Gestão de Negócios pela ESPM. Trabalha há 14 anos com Marketing e Experiência de produtos digitais em grandes empresas, como Samsung e Intel. Ela se identifica com visões inspiradoras de negócios e, hoje, atua em sua própria consultoria de estratégia de produtos e transformação digital. Além disso, gosta de trocar conhecimento interessados no assunto. Por isso, agora está compartilhando com a Valore as suas experiências e visões do mundo de produtos.